SEJA BEM-VINDO

0
Lançamento da Progress. Foto: Roscosmos/Reprodução
Os destroços da nave espacial russa Progress M-27M, prevista para se desintegrar na atmosfera nesta sexta-feira, poderão atingir o Brasil. Pedaços da nave também podem cair em locais como Estados Unidos, Colômbia e Indonésia. Esses dados foram calculados de acordo com a trajetória atual da Progress, que, segundo a agência espacial russa, Roscosmos, pode cair em qualquer lugar a  51.6 graus ao norte ou sul da linha do Equador.

A agência acredita que apenas pequenas partes serão capazes de alcançar a superfície da Terra e poderá ser possível ver uma "bola de fogo" no céu, dependendo das condições climáticas do local onde os fragmentos da nave caírem.

A Roscosmos divulgou ainda que os destroços da nave devem cair na Terra entre 1h13 e 4h51 da manhã do dia 8 de maio, no horário local (7h13 e 10h51 no horário de Brasília).

Em 28 de abril, algumas horas depois do lançamento da Progress M-27, que seria acoplada à Estação Espacial Internacional (ISS), a nave de transporte de material deixou de responder aos engenheiros russos e começou a ter reações incontroláveis, ficando fora de controle. As causas do problema ainda são desconhecidas, mas especula-se que uma explosão pode ter ocorrido na terceira fase de lançamento do foguete impulsionador Soyuz. A nave cargueiro levava três toneladas de suprimentos para os astronautas da Estação Espacial Internacional.

Diario de Pernambuco

#Compartilhe

publicidade